sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

UMA VIDA SEM AMOR



A vida sem amor,
é a coisa mais árida,
mais triste que existe...
E o mais gostoso,
o mais belo de todos os amores,
é aquele que sentimos
ao abrir a janela,
e ver a presença de Deus,
num belo nascer do sol,
no alegre chilrear
das pequenas avezinhas,
e até mesmo na chuva que cai...
É o amor pela Natureza,
é o amor a Deus...



Marcial Salaverry


Que beleza de paixão



Que beleza de paixão
essa que eu estou sentindo agora
adentrou o meu coração
e não quer mais ir embora.
Trouxe o amor em sua mão
pondo a tristeza porta a fora
falou que é uma sensação
tomar conta de quem me namora.

Já gamei nessa paixão
e fiquei por ela enamorado
pois o meu coração
disse que com ela está casado.

A paixão que me fascinou
é grande e não é pequena
foi chegando e já me amarrou
pois é uma linda morena.
Depois que eu a conheci
vi que era um verdadeiro furação
no primeiro beijo já estremeci
havia sido mordido pela paixão.

Já gamei nessa paixão
e fiquei por ela enamorado
pois o meu coração
disse que com ela está casado.



ChangCheng


quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Pra falar de amor...



(...) minh'alma boêmia
sente-se plena
na madrugada;
as vezes, acuada, rebelde
pede calma;
imaginação pequena
para falar de um
grande tema, o amor que
me aconchega na
emoção a flor da pele;
amor a céu aberto,
tantas vezes, complexo ou
completo no horizonte incerto
coberto de magia e toda
fantasia que meus
sonhos irradiam, e
se chama você...
noite dia para amar.


Marisa de Medeiros


SAUDADES DE UM AMOR...



A saudade transcende em meu peito 
E o meu coração pulsa em sintonia
Que reclama e chora tua ausência
E me faz ter angústias desse jeito!

O pensamento recria a felicidade
A alegria intensa se fazia presente
E o sorriso de quem estava contente
As lembranças modificam a realidade

Sinto que amar deixa saudades eternas
Que se fixam na alma e na imaginação
Explodem na saudade, como um vulcão

O calor de sua presença se torna real
E as lágrimas se derramam com o sal
A alma recorda de ti como brisas ternas



Silvanio Alves


quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

A minha paixão é mesmo sem juízo



Voltei, para falar de novo da minha paixão
que adormecida enquanto eu  cortava estrada
fazia companhia ao meu pobre coração
já bastante saudoso da sua doce amada.

Voltei, mas ao que parece ela só cresceu
mesmo eu a alimentando ela não se acalma
sempre aquecendo o que há entre você e eu
fustigando o corpo e chicotando a alma.

A minha paixão é mesmo sem juízo
me faz fazer coisas as vezes sem querer
não se dá ao luxo de saber se eu preciso
naquele momento de aquecer você.

Me agarrei nela porque estou gostando
não viveria sem essa danada de paixão
enquanto ela estiver em mim estarei te amando
e sei que o amor estará também em meu coração.



ChangCheng


Profundo olhar...



saudade é tanta
que fecho os olhos,
sinto tua presença
tanto quanto o amor;
pequeno detalhe traz
todas as lembranças;
um doce abraço,
profundo olhar...
sinto que sentes o
que estou a pensar;
um jeito forte, tenta
enganar o coração,
sei que amor e dor
nele, estão;
contém meu mundo
em diferenças iguais
completar o inteiro
milimetricamente
intenso e verdadeiro,
não existe o mais.


Marisa de Medeiros


terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Um Dengo de Amor!



Um dengo faz a alma sorrir
E deixa o coração todo feliz
O ser que ama se alegra e diz:
Com amor o dengo deverá vir

Uma ternura que envolve a alma
E o coração com magia do amor
Insegurança não existe. Só calma
Que a felicidade conhece o sabor

O dengo é o carinho do ser amado
Que se entrega por inteiro ao amor
Não tem medo de estar enamorado

E permite que a felicidade o domine
Crê e espera que amor não termine
Porque sabe ser eterno apaixonado


Mario Roberto Guimarães


Coração ao vento


Como você está?
Sinto saudades
coração dispara
já não sei o que é certo
nem o que é errado
sinto as folhas tremulando
o sol batendo no rosto
sinto o sono 
sinto o vento soprando
sinto desejos do encontro
coração mais descompassado
taquicardia ou um coração apaixonado?


Eliane Auer


segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

O SEMPRE INDEFINIVEL AMOR



Realmente o amor é indefinível,
e nesse mistério incrível,
reside seu mais autentico efeito,
que de um jeito perfeito,
nossos sentimentos manipula,
e assim, o coração pula...
Sentimentos são a voz da alma,
que ora se excita, ora se acalma,
e que assim sabe se expressar,
indicando quando estamos a amar,
ou quando simplesmente a sonhar,
pois é sonhando,
que a alma descobre as delícias do amor,
sentindo na vida um real calor...
O amor, sabemos senti-lo,
podemos saber vive-lo,
mas jamais poderemos defini-lo...
Só cabe uma definição...
Ele mexe com o cérebro e o coração...
 


Marcial Salaverry

O CAMINHO DO AMOR



O caminho do amor,
é uma rota cheia de cor,
um caminho de flores,
que com seus odores
e suas muitas cores,
enfeitam a vida,
para a vivermos como é devida...
Para bem o trilharmos,
é preciso bem amarmos...
Sabendo amar nosso amor,
nossa vida terá mais cor...
Dando mais vida ao coração,
e vivendo-a com emoção...



Marcial Salaverry


ALMAS CIGANAS LIBERTAS



Almas ciganas amam a liberdade,
para amar com felicidade...
Como almas libertas que somos,
em liberdade ser amados desejamos,
e em liberdade vamos amando...
Nós não queremos nós nos atando,
nossa liberdade tolhendo,
nosso caminho escolhendo...
Nós queremos apenas,
e sem quaisquer penas,
aqueles nós do amor,
quando no ato de amor...



Marcial Salaverry


domingo, 26 de janeiro de 2014

O AMOR VERDADEIRO



Perguntas pelo amor verdadeiro,
a ser vivido por inteiro,
ao lado de quem se gosta,
e aqui vai a resposta...
Saiba querida, que para viver um amor na vida,
é preciso dar-lhe a atenção devida,
pois um amor para ser de verdade, tem que ser posto à prova...
Amor não é a posse material... É a posse espiritual...
O amor na verdade, para sua felicidade,
não precisa da presença física, que é desejável,
mas não deve ser considerada indispensável...
Ama-se não só com o toque, mas com sua lembrança...
Com a lembrança de momentos doces, de muita ternura e carinho...
Assim, quando se está sozinho, não se sente a solidão,
pois fica a doce recordação, que nos acalma o coração.
Amor de verdade, é o sentimento da alma, que pelo amor vive,
e do amor sobrevive...
Não deve haver lamento, por causda de uma ausência sentida...
A presença desejada da pessoa amada, pode ser sempre lembrada,
mesmo que esteja distante...
Um amor de verdade, só traz felicidade, esse amor deve ser vivido,
e com seus momentos de paixão,  intensamente curtido....
E em seus momentos de ternura, enchendo a alma de doçura...
Assim é o verdadeiro amor, que deve ser vivido, seja como for...
Com saudade, mas sem perder a felicidade...



Marcial Salaverry

Em tuas ruas, amor...



(...) dentro dele,
o sonho me sorria;
deitava-me em
teus braços com
magia e fantasias;
nas teias, gueixa,
de desejo tremia;
feito lua, passeava nua
em tuas ruas, amor;
como fosse sol,
teu toque me incendeia
com esparramado prazer
e tudo mais que
sabe o nosso amor...
não sabe ninguém;
prazer, muito prazer
infinitamente além.


Marisa de Medeiros

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Teu olhar sorrindo...



lembrar e relembrar
que saudade que dá;
rabiscar o pensamento,
rebuscar momentos.
reviver sentimentos;
visão do coração
enxerga em todo lugar;
tantas vezes, lágrimas,
outras, o sorriso do teu olhar;
um céu vermelho,
plena noite de luar,
vinho de estrelas no
corpo a passear;
nas taças do tempo,
embriagada de amor
sonhos a te rastrear;
sintonia perfeita na
imperfeição de te buscar;
aplausos do coração no
desencontro das mãos na
liberdade de andar;
caminhos e carinhos
ninho de amor e amar.


Marisa de Medeiros


Aqueles beijos displicentes



Aqueles beijos displicentes
Como quem não queria nada
E nada em troca exigiria.
E eu de desavisado não tomei
os devidos cuidados.
 
E você sabe
Esses amores que chegam
desavisados, para ir embora
é uma canseira danada.
E isso não faz morada.



Marquês Rocco Sade


quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

A MENINA DOS MEUS OLHOS...


A menina dos meus olhos
'stá dent'do teu olhar
acesos como faróis
bem acesos nos meus olhos
a defender-te de abrolhos
que te ameacem navegar no mar
dessa tua vida a fazer-te singrar...

A garota favorita
inda que de longe fita
os meus olhos,
advinhando o meu pensar...
Vou seguindo dia e noite
enfrentando frio e açoite
até quando te encontrar...

Não quero nada que afoite
a menina dos meus olhos
e que Deus nunca afaste
quero ter-te a que me acoite
com o brilho desse olhar
mesmo que sejamos o contraste
na revelação de um raios-X

Pra que o nosso amor se revele,
a então, consolidar... A não vivermos por um triz!
Com essa menina ao meu lado
eu serei qual um soldado
pra toda ordem acatar:
Jurarei fidelidade,
levar-te-ei felicidade...

Hei de sempre te cuidar
com carinho a devotar...
Vou buscar água num cesto
pra lhe dar o amor perfeito
numa flor e em todo preceito,
que o amor possa ensejar
de com força e sem ter medo...

Quero amar sem preconceito
com distinção e conceito:
Devoção, carinho, respeito...
Jeito bom de na ação,
conjugar tempo a tempo, cada pleito:
Imperativo, subjuntivo e mais-que-perfeito,
O passado, o presente e o futuro do verbo amar...

Vou te amar sem ter receio
com distinção e conceito:
Devoção, carinho, respeito,
jeito bom de na ação
conjugar tempo a tempo, cada pleito:
Imperativo, subjuntivo e mais-que-perfeito,
No passado, o presente e o futuro do verbo amar...


Antonio Fernando Peltier

CATEDRAL DE AMOR.


Teus lábios de mel e sonho

Iguaria de muitos desejos,
Meu coração fica tristonho
Sem o sabor de seus beijos.



Teus olhos chamas de amor
Onde arde o meu coração,
Castanhos que linda cor
São a cor da minha paixão.



Teus cabelos ondas do mar
Em marés de tempestade,
Neles eu me quero afogar
Para matar a minha saudade.



Teu corpo virtuosa catedral
Talhado com muita beleza,
Convite ao pecado carnal
Razão desta minha tristeza.



LuVito.


quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

NÃO SE PODE ESQUECER



Uma amizade de verdade,
não se pode jamais esquecer...
Se nada me representasse,
nada teria havido,
nem carinho e nem amizade...
Amo a sinceridade,
essa é a realidade...
Clima de intrigas,
ou mesmo de brigas,
fazem mal a minh'alma,
preciso da pausa que acalma...
Sabes o que sinto,
falar não preciso...
Para voar nas estrelas,
preciso de paz e tranqulidade,
sentir a felicidade
de um sentimento terno e carinhoso,
aquele toque gostoso...
És alguém importante,
a quem quero bastante...
Só desejo sua felicidade e alegria,
seja hoje, seja em qualquer dia...
Beijo seu coração, testemunhando meu carinho,
talvez seja esse o caminho...
Gostaria de poder lhe fazer feliz...



Marcial Salaverry